Quinta do Noval

Quinta do Noval Vintage Nacional 2011

Preço Regular
$4,417.00
Preço Promocional
$4,417.00
Preço Regular
Imposto incluído. Envio calculado no checkout.
O ano do engarrafamento pode não corresponder à imagem apresentada.

Produtor: Quinta do Noval

Colheita: 2011

Tipo: Porto Vintage

Região: Porto

País de Origem: Portugal

Servir a: 17º - 18°C

Volume: 75cl

Álcool: 20%

Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz, Tinto Cão, Sousão, Mourisco Tinto

Acompanhamentos: Os portos antigos são bebidas após as refeições. Tome-os com queijo como Stilton ou Gorgonzola. Mas você também pode incorporá-los em uma refeição, combinando, por exemplo, um Steak au Poivre com um jovem Vintage.

Descrição

UM DOS MELHORES VINHOS DO MUNDO E UM DOS VINHOS MAIS PREMIADOS
O TERROIR

Uma pequena parcela de videiras de pé franco, no coração davinha da Quinta do Noval, intocadas pela filoxera. A palavra“Nacional” refere o facto de estas videiras Portuguesascrescerem exclusivamente no Douro em solo Português, sem porta-enxerto Americano, e por isso diretamente “enraizadas no solo da Nação”. Este grande vinho é uma fonte de orgulho para o povo Português e quando no seu melhor é a mais alta expressão do extraordinário terroir da Quinta do Noval.


CONDIÇÕES DE VINDIMA EM 2011

Não existem “anos fáceis” no Vale do Douro, mas embora o resultado final tenha sido um magnífico vinho, 2011 foi na realidade um ano cheio de desafios particularmente na vinha e foi necessária a máxima vigilância para produzir este grande
Porto Vintage 2011.

De outubro de 2010 a setembro de 2011, a precipitação total foi de 743 mm, ligeiramente acima da média dos últimos 30 anos (596mm), mas muito inferior do que em 2010 (1254mm). 85% desta precipitação caiu durante o inverno, factor que foi muito positivo, pois veio repor as reservas de água no solo em profundidade. Em contraste, o tempo esteve muito seco o resto do ano, e da Primavera ao Outono, somente no Verão as temperaturas foram moderadas.

Em geral, podemos dizer que em 2011- as temperaturasregistadas não foram superiores às de 2010. No entanto, houve uma série de condições extremas que marcaram o clima, tais como ondas de calor periódicas, temperaturas noturnas
elevadas e ventos fortes e secos.

Junho foi muito irregular. Na segunda metade, temperaturas entre os 30 e os 40oC originaram uma vaga de calor que provocou queima nas cachos mais expostos, sobretudo na Tinta Barroca (30%). Em Julho (muito ventoso) e Agosto, as temperaturas foram relativamente normais oferecendo noites frescas. Durante mais de três meses praticamente não tivemos chuva nenhuma. Água era necessária para que a maturação se pudesse concluir. Felizmente, no dia 21 de agosto, choveram 19,6 mm na Noval, que vieram fornecer a humidade necessária para que a maturação retomasse o seu curso.

Começamos a vindima das uvas brancas no dia 27 de Agosto. No dia 1 de Setembro a chuva voltou. Como todas as previsões meteorológicas eram positivas, decidimos adiar a vindima por uma semana, para permitir às videiras aproveitar esta humidade para as uvas completarem a maturação. Foi uma decisão acertada pois a vindima prosseguiu até ao final debaixo de um sol quente e glorioso.Na altura da vindima, as uvas estavam em optimas condições emostraram desde logo ao serem esmagadas nos lagares, uma
verdadeira cor rica e profunda e excelentes aromas intensos de fruta. Soubemos então, sem duvidas, que estávamos potencialmente na presença de um grande ano.
O Nacional foi vindimado no dia 10 de Outubro, com as uvas perfeitamente sãs e maduras, que ao serem esmagadas no lagar, mostraram uma extraordinária intensidade aromática, de cor e de concentração.


NOTAS DE PROVA

"Forte personalidade, distinta e marcante, com uma enorme presença onde os taninos são poderosos mas requintados e a fruta muito intensa, pura e concentrada. Um equilíbrio que explode na boca...” António Agrellos, Diretor Técnico

 

 

Ver detalhes completos
Quinta do Noval Vintage Nacional 2011